O que é o intercâmbio Au Pair?

Quem é vivo sempre aparece, e quem sabe escrever, e não só falar, sempre cria post novo, não é mesmo?

E é por esse motivo que eu resolvi começar uma série de posts aqui no blog, explicando mais detalhadamente tudo sobre o meu intercâmbio, o Au Pair.

E como a primeira dúvida é sempre a mesma, nesse post eu vou explicar basicamente do que se trata o programa e quais os requisitos, então #LETSGO!

O programa Au Pair consiste em no mínimo 1 ano e no máximo 2, vivendo em uma casa de família nos EUA (também existe esse programa para outros países, mas são regras e informações diferentes), e trabalhando como babá dos filhos dessa família, durante um máximo de 45 horas semanais, em troca de alimento, moradia e um salário semanal.

A AuPair tem direito a 1 dia e meio de folga semanais, não necessariamente no final de semana, e também tem direito a 2 semanas de férias, todas as datas devem ser acordadas com a família anfitriã.

Mas qual o primeiro passa pra se tornar AuPair?

  • Contate uma agência

As três maiores agências de AuPair do mundo, no Brasil, são representadas pelas agências CI, STB, Experimento, Cultural Care, e agências menores. Você deve se increver com a agência, realizar uma entrevista de inglês, e então dar processo a papelada para ficar online.

  • Horas com crianças

Outra coisa que você deve providenciar logo no inicio, ou até mesmo antes, se possível, são as horas de experiência com crianças. As agências pedem um mínimo de 200 horas de experiência confirmadas, nas quais não se encaixam familiares. Eu trabalhei de voluntária em uma creche, mas vocês podem realizar das mais diversas atividades.

E quais os documentos necessários?

Primeiramente você precisa saber que para ser uma AuPair você deve ter entre 18 e 26 anos (algumas agências aceitam meninas até os 27, mas são exceções), e agora vamos aos documentos.

  • Carteira de motorista
  • PID (permissão internacional para dirigir)
  • Passaporte
  • Ficha criminal
  • RG, CPF, documentos básicos
  • Título de eleitor

Como funciona a seleção das famílias?

Para ser escolhida, ou escolher, uma família anfitriã, você deve entregar toda a papelada requerida pela sua agência, juntamente com seus documentos. Você receberá acesso a um site, onde montará uma espécie de perfil online, com TODOS os seus dados, preferencias e gostos. Lá você preenchera perguntas relacionadas a animais, regime especial, seus requisitos, fotos e vídeos que você tenha que quer que a sua futura família veja, entre outros.

Depois que todos os documentos forem enviados, e o perfil online for devidamente preenchido, você deve esperar em torno de uma semana, mais ou menos dependendo da agência, até ficar oficialmente online.

Quando você estiver online, receberá um login e uma senha no site da sua agência, e é nesse site que as famílias vão te encontrar e entrar em contato com você.

Se houver um interesse de ambos os lados, família e AuPair, ambos chegarão ao famoso MATCH. Que não é nada mais do que escolherem uns aos outros.

E depois disso?

Depois disso você começa com o processo pós-match, o mais agonizante e tumultuado. Correr atrás das papeladas para a viagem, mala, separar o que você vai levar e o que não vai, mas o mais importante: O VISTO.

Como funciona o visto?

Ai você vai ter que voltar aqui no blog semana que vem, porque logo depois que eu sair do consulado e ter minha resposta final, vai ter um post falando só sobre o visto aqui no blog, detalhadamente, desde documentação necessária, como marcar e como é o procedimento.

 

Então é isso, acho que 90% das dúvidas que eu já li por esse mundo a fora já foram respondidas, ou pré-respondidas. Eu espero que esse post tenha sido de alguma ajuda pra vocês! E até a próxima.

 

A Brasileira que zerou a vida

IMG_9067Sabe aquele sonho de vida que 80% da população tem desde bem pequenos e ainda mantem não importa o quanto cresça? Então, foi esse sonho que a brasileira Andreia Silva realizou.

A mulher de apenas 31 anos foi pros EUA em 2007 como Au Pair para viver na cidade de São Francisco/CA, e depois de dois anos implorou pra sua host family ser fiadora de uma faculdade pra ela, depois de muita enrolação eles finalmente aceitaram, e foi ai que o sonho começou a se tornar real.

Ela trocou seu visto para o de estudante, fez cadeiras em um Community College e depois ingressou em uma das melhores universidades do país, a Universidade da California, onde mesmo com 60 horas semanais de trabalho conseguiu tirar nota A em todas as cadeiras e se formar com exito em Administração de Negócios.

Logo em seguida ela já foi contratada por uma famosa empresa de consultoria, onde trabalha desde então, e graças a qual, hoje vive o sonho americano, com uma casa a apenas algumas quadras do mar, um ótimo emprego e uma nova família e amigos, ela é grata todos os dias pela vida que tem.

Essa deu a volta por cima e provou que todos os nossos sonhos podem sim virar realidade. Essa mulher é a inspiração da minha vida a partir de hoje!

AH E O PRINCIPAL, ELA É GAUCHAAAAA! DALEEEE!

Intercâmbio Namorando?

Oi? Tudo bem com vocês? Sei que estou ausente a semanas tanto aqui no blog, quanto no canal, fiz um post falando que estava na bad e blablabla e tal, mas estamos de volta depois de uma semana sem aula, finalmente desocupada graças ao fim das minhas horas de experiência na creche, e muito, muito mais feliz e disposta.

Essa semana gravei variados vídeos pra vocês, ou seja, tem vídeo novo essas semana, semana que vem, e sempre SIIIIM!

O vídeo de hoje é respondendo a uma pergunta que TODO MUNDO me faz assim que descobre que eu vou fazer intercâmbio ano que vem: “E O NAMORO?”

Ser intercambista e ter namorado da certo? Namoro a distância da certo? O que eu e o Gus achamos de tudo isso? Sendo que a gente nem esta realmente passando por isso ainda 😦

Vamos lá? Não se esqueçam de se inscrever no canal se vocês gostarem. Beijos de luz!

Intercâmbio: Qual eu devo fazer?

Ola! Tudo bem com vocês? Eu espero que sim!

Hoje vim falar de uma coisa com vocês que eu AMOOO e vou começar a falar cada vez mais de agora em diante, e como o título do post já fala que é sobre intercâmbio, nem adianta fazer suspense hahah

Mas hoje não vim falar do Au Pair (tudo bem, talvez eu fale um pouco), mas sim de todos os programas diferentes que vocês podem optar por fazer. Eu já pesquisei muito desde pequena sobre isso, porque sempre foi meu sonho morar fora e fazer intercâmbio, então tentarei compartilhar brevemente com vocês todos os programas que eu conheço, no que consiste cada um e quando money você vai precisar $$$

Vamos lá?

High School (Ensino Médio)

GLEE: The Seniors from McKinley High graduate in the "Goodbye" season finale episode of GLEE airing Tuesday, May 22 (9:00- 10:00 PM ET/PT) on FOX. Pictured L-R: Lea Michele, Cory Monteith, Chris Colfer, Naya Rivera, Mark Salling and Amber Riley. ©2012 Fox Broadcasting Co. CR: Adam Rose/FOX
O intercâmbio que todo futuro intercambista sonha ou já sonhou fazer. O ensino médio nos EUA. Armários, líderes de torcida, teatro, coral, projetos, formatura com aquela roupinha super maneira e jogada de chapéu pra cima? Sim, você pode viver toda essa realidade dos cinemas fazendo esse intercâmbio.

Para ser um estudante nos EUA você precisa: Ter entre 15 e 18 anos; ser rico :)O intercâmbio que todo futuro intercambista sonha ou já sonhou fazer. O ensino médio nos EUA. Armários, líderes de torcida, teatro, coral, projetos, formatura com aquela roupinha super maneira e jogada de chapéu pra cima? Sim, você pode viver toda essa realidade dos cinemas fazendo esse intercâmbio.

O que é incluso: 1 ano letivo nos EUA, em casa de família ou residência estudantil; as refeições.

O que não é incluso: Praticamente tudo: Seguro saúde, passagens aéreas de ida e volta, taxas, custo com passaporte e visto.

$$$$: Pela agência CI (site pesquisado), o valor A VISTA é de: R$ 31.222,89 (agora vocês sabem porquê eu só rico faz?) 

College (Faculdade)

tumblr_inline_mi4d4lMuHS1qz4rgp

E pra quem não pôde pagar pelo High School, o tão querido sonho da faculdade. Outro intercâmbio que muitos sonham fazer e poucos podem. Você vai morar em um campus universitário, como nos filminhos maneiros, provavelmente receberá refeições no mesmo, mas se não, vai se virar por conta própria, e é isso.

Para ser um estudante nos EUA você precisa: Ter no mínimo 18 anos; Ensino médio completo; testes internacionais de proficiência em inglês, como ITEP e etc.

Duração: O tempo que o seu curso durar.

$$$$: Universidades nos EUA são particularmente caras, mas cada universidade e para cada curso, o valor varia muito. Não sei quanto uma agência cobra pelo intercâmbio, mas por conta, em média, somando todos os gastos que você terá em um ano, você pode vir a gastar até R$ 148.ooo,oo.

Trabalho nos EUA

E pra quem já perdeu todas as chances citadas acima, você ainda pode trabalhar. YEY! Sqn hahah Pelo menos já é algo. ps: dados retirados do site da CI intercâmbio.

Tempo de duração: de 3 a 4 meses (só!)

Requisitos: Ter entre 18 e 28 anos; nível de inglês avançado.

$$$$: A vista: R$ 5.158,69

Curso de Idioma

Para poder descobrir o valor específico de um curso de inglês nos EUA tive que fazer uma busca mais intensa. Então a busca foi: Curso de inglês, nível iniciante, em Bowling Green, por 2 meses, com início previsto para 02/09/2015. 

O que é incluso: Okay, pelo que eu percebi você tem incluso: hospedagem em casa de família ou residencia estudantil e o curso, apenas.

Duração: Como citado acima, 2 meses.

$$$$: R$ 6.361,62 (lembrando que esse é o valor específico deste curso que eu pesquisei na CI).

Trabalho Voluntário

????????????????????????????????????
Nesse intercâmbio você basicamente irá trabalhar em outro país, qualquer país, como voluntária de alguma ONG ou coisa parecida.

O que é incluso: Seleção do projeto de preferência; Acomodação e refeições; suporte local 24 horas por dia; treinamento e orientação; certificado de participação e parte do valor será doado para a causa.

$$$: Na internet eu encontrei que o valor é de aproximadamente R$ 3000. O que não inclui passagens aéreas.

Au Pair

AuPairHostFamily3-700x341

E por fim o Au Pair, meu favorito, e de longe o melhor pra quem como eu ama crianças e não tem dinheiro pra ficar jogando fora (ou só não tem dinheiro mesmo). Pra quem não sabe o Au Pair é um intercâmbio onde você vai pra outro país cuidar das kids de uma família. YEY!

O que é incluso: Moradia em casa de família; refeições; passagens aéreas; seguro de saúde; salário semanal de até 200 dólares.

Requisitos: 200 horas de experiência com crianças; inglês intermediário; ter entre 18 e 26 anos

Duração: De 1 até 2 anos

$$$$: O que mais faz as meninas irem com esse intercâmbio é o custo benefício dele, o valor varia muito de agência para agência. Segue: Cultural Care: R$ 3616,00 TUDO; Experimento: R$ 3093,00 (ou melhor, 860 dólares) o programa + 800 reais da inscrição.

Então é isso moçada, esses são os intercâmbios que eu conheço e os que mais são procurados e valem a pena na minha opinião, espero que tenham gostado do post e que seja útil de alguma forma!

Um beijo na testa!

Meu Intercâmbio + Horas de Experiência

Olaaa! Tudo bem com vocês? Eu espero que sim!

Como promessa é dívida, hoje, quinta-feira, estou aqui com vídeo novo pra vocês. YEY! “E é sobre o que Fernanda?” Sei que a maioria de vocês que estão lendo esse post já sabem TUDO sobre o intercâmbio que eu vou fazer ano que vem, mas por um acaso de alguém do YT não acompanhar o blog, resolvi gravar um vídeo explicando bem certinho o que é e como funciona o intercâmbio Au Pair e também como eu estou conseguindo as benditas 200 horas de experiência.

Bora conferir?

As Au Pairs na web

Olaaaaa! Tudo bem com vocês? Eu espero que sim! Hoje é uma linda segunda feira (essa frase só será dita nas férias mesmo) de sol, brilhante, quente e lindo (gente to muito feliz com esse sol), e então eu vim toda feliz e sorridente trazer um post super legal pra vocês.

Pra quem não sabe, eu vou fazer intercâmbio ano que vem (pessoa decidida) e já falei algumas vezes sobre o intercâmbio que vou fazer aqui no blog mesmo, se tem um assunto que eu não canso de falar é do futuro e de planos, como vocês já devem ter percebido, então, hoje vim compartilhar com vocês as Au Pairs que me inspiraram e me deram todo o impulso necessário pra dizer EU VOU, e dar um passo a diante.

Vamos lá? Uhul!

Michelle Alves, Cabide Colorido ♥ Melhor pessoa, sem dúvida! A Mi faz vídeos de vários assuntos diferentes, o canal dela é cheio de vlogs e road trips pelos EUA, além de compras, bate papos, dicas, e é claro, desabafos e dicas da vida de Au Pair. Eu simplesmente me apaixonei por ela desde o momento em que vi seus vídeos pela primeira vez, e sem dúvidas ela é a youtuber que eu mais acompanho fielmente no momento. Vale a pena dar uma conferida no canal dela, mesmo que você não planeje ser Au Pair algum dia ♥

Larissa Vale ♥ A Lari também é uma youtuber que eu acompanho bastante e adoro! Ela já esta no seu segundo ano de Au Pair, assim como a Michelle, e fez uma loucura que eu não sei se faria se ficasse em uma família boa como a dela: trocou de família no segundo ano. Na minha opinião o forte do canal da Lari são os vlogs, são super divertidos e ver ela viajando por ai é super gostoso ♥

Pâmella Ferrari ♥ Tenho a impressão que eu vou começar a repetir as descrições, pois todas as meninas que eu estou citando aqui são super carismáticas, simpáticas, fofas, e fazem vídeos de ótima qualidade, além de é claro, todas serem Au Pair, então vamos pular essa parte, e quando tiver algo super diferente pra falar, eu falo, de novo hahah

Martha Sachser, NY and About ♥ E pra finalizar, escolhi um vídeo da Marthinha, que na verdade foi morar nos EUA como Au Pair, ficou como estudante e agora, já formada, só trabalha como fotografa por lá mesmo. Ela é uma das minhas maiores inspirações no quesito “morar nos EUA”, e a maioria dos seus vídeos são mais do estilo, rotina, tags, vlogs, vídeos sobre a vida nos EUA, do que Au Pair em si. Vale super a pena pra todo mundo dar uma conferida! ♥

Por hoje é só pessoal, espero que vocês tenham gostado de conhecer um pouco das meninas que me inspiraram a começar o processo para realizar um sonho e que acompanhem todas elas nos canais e redes sociais. Beijinhos!

Intercâmbio ou faculdade? Como tomar a decisão?

Oooooi! Tudo bem com vocês? Eu espero que sim!

Quem me acompanha a algum tempo já sabe que tenho quase tudo preparado para fazer um intercâmbio ano que vem, já que me formo no ensino médio nesse ano de 2015, mas o que acontece é que nos últimos meses uma dúvida cruel esta pairando sobre meus pensamentos: devo ir para os EUA antes ou depois de fazer faculdade, e vale a pena fazer faculdade?

Ano passado eu decidi fazer esse intercâmbio (pra quem não sabe sobre qual intercâmbio eu estou falando, tem post falando sobre ele AQUI) por alguns motivos específicos.

1º: porque ainda não tinha me decidido sobre o curso que queria fazer na faculdade (e devo admitir, esse foi um dos principais fatores);

2º: porque como sempre sonhei morar nos EUA, pensei que talvez perdesse anos aqui no BRA fazendo faculdade, sendo que depois, lá, ela não valeria de nada;

3º: porque achei melhor a ideia de ir para os EUA pra ver se é realmente o que eu imagino, primeiro, e se não for, ai sim voltar e investir com fé em uma profissão aqui.

Se você for avaliar bem, esses são bons motivos para decidir fazer intercâmbio antes da faculdade, mas para os meus pais, tudo ainda é muito novo e como eles não acham de forma alguma que eu conseguiria de alguma forma fazer uma faculdade no exterior ou até mesmo conseguir um emprego, pra eles o fato de eu não querer entrar em uma faculdade ano que vem é o FIM DO MUNDO.

Minha decisão esta tomada, meu coraçãozinho dói em pensar em deixar minha família pra trás, meu namorado, deixar minhas duas crianças queridas (meu irmão e minha sobrinha) para cuidar das crianças de outra pessoa, deixar de abraçar, beijar, apertar, deixar de ver o primeiro dia do meu irmão na escola ou os primeiros passos da minha sobrinha, sei que isso tudo vai ser MUITO, mas muito difícil, mas todo sonho tem um preço, e o meu vai ser esse, vai ser economizar todos os anos para poder vir em toda oportunidade para ver os meus amores.

Meus conselhos pra quem tem o mesmo sonho que eu são:

Não importa qual seja a sua idade, comece IMEDIATAMENTE a economizar dinheiro, porque o tempo passa rápido, e aquela saia que você comprou com o seu salário do mês passado, jamais vai te levar a lugar nenhum;

Pesquise, corra atrás de todas as informações possíveis, não importa qual intercâmbio você queira fazer, se é o mesmo que eu ou não, apenas corram atrás de pessoas com experiência, pessoas que possam te dar uma opinião concreta;

Pese bens as suas decisões. Se você realmente acha que poderia ter uma vida normal, tranquila e feliz aqui no BRA mesmo, casar, ter uma profissão incrível e viajar o mundo depois, e se você não se importa tanto com os milhões de problemas que sobrecarregam o nosso país, fique, se forme, e depois vá e tente algo novo, é claro que você sempre vai correr o risco de gostar mais do outro país e depois se arrepender até o fim da vida por ter gastado fortunas na faculdade, mas pelo menos você tentou. Agora, se você sabe que seu coração não vai parar até chegar lá, corre atrás, se joga, nunca abandone os seus sonhos, e se nada der certo, volte, se forme, a vida brasileira ainda estará aqui esperando por você.

As intercambistas youtubers dizem: se formem antes! Mas elas todas estão voltando, ou seja, se você não quer voltar, não vá pelos conselhos de quem voltou, e sim de quem ficou. Vou deixar aqui embaixo o canal de uma menina que decidiu ficar, e não se arrepende de forma alguma.

A Marthinha, do blog NY and About, foi pelo intercâmbio que eu vou fazer, e seguindo todos os passinhos da minha lista de objetivos, trocou de visto, se formou por lá e esta lá até hoje. Taca-lhe pau Martha!

Eu espero que vocês tenham gostado e boa sorte com a sua decisão!