Review: O Mínimo para Viver (To the bone)

to the boneNão deixe a música animada do trailer te enganar, esse filme vai ser uma experiência em um mundo desconhecido para a maioria de nós, um tanto quanto sombrio. E vai ser a oportunidade perfeita para refletir sobre como somos sortudos de acordar e viver todos os dias.

To The Bone, em português, O Mínimo Para Viver, conta a história da jovem Ellen (Lily Collins), uma garota que, aos 20 anos, luta contra a anorexia.

Durante os 107 minutos de filme, temos muitas chances de criar um antagonismo pela protagonista, que desde o primeiro momento se mostra relutante, teimosa ao extremo e um tanto quanto ignorante quando se trata das pessoas que querem ajuda-la. Mas, felizmente, com o tempo conseguimos entender melhor os dois lados da moeda e desenvolver uma afeição pela garota.

Quando Ellen não sabe mais para onde correr, ou o que fazer para se curar, ela é enviada a uma das clínicas de recuperação para jovens com distúrbios alimentares mais popular dos EUA, onde fica aos cuidados do Dr. William Beckham (Keanu Reeves). Lá, conhecemos personagens incríveis como o jovem Luke (Alex Sharp), que não poupa esforços para fazer a mocinha melhorar.

Com altos e baixos, acompanhamos a evolução não apenas da Ellen, mas também de todos os jovens que vivem na clínica. Acompanhamos dramas familiares que visivelmente afetam na saúde dos jovens, além de aprendermos de uma forma completamente diferente a valorizarmos o que temos.

Esse filme foi uma surpresa pra mim, fiquei impressionada em como ele aborda de uma forma madura um assunto tão sério quanto os distúrbios alimentares. Eu com certeza indico ele pra todos vocês!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s