Review | You (Você)

Chegamos com mais um review recém saído do forno de uma das séries mais polemicas que eu já tive o prazer/desprazer de assistir nos últimos tempos: YOU (em português, VOCÊ).

3_netflix-you-trailerA série conta a história do simplório Joe (Penn Badgley), gerente de uma livraria, cujo objetivo na vida é encontrar uma pessoa que corresponda a suas expectativas, uma pessoa boa, melhor do que a maioria. Quando conhece Beck (Elizabeth Lail), ele acredita que encontrou o que procurava.

Sua paixão pela jovem escritora é quase que automática, mas desde o princípio ele demonstra hábitos excessivos de obsessão e perseguição, acompanhando a moça em todas as redes sociais assiduamente, checando os locais que ela frequenta, e no momento em que percebemos que ele sofre de sérios transtornos, descobrindo o seu endereço e passando horas a observando do lado de fora da janela (CREEPY ALERT!).

Vamos começar falando do elenco e dos personagens incríveis, mas ao mesmo tempo detestáveis que fazem a série ser tão boa quanto é. O elenco conta com grandes nomes como Penn Badgley, o Dan de Gossip Girl, Shay Mitchell, a Emily de Pretty Little Liars, John Stamos, nosso amado Jesse de Full House e Elizabeth Lail, que foi a Anna de Frozen em Once Upon a Time.

elizabeth-lail-penn-badgley-shay-mitchell-and-john-stamos-news-photo-1010946456-1547414407
Da esquerda para a direita: Elizabeth, Penn, Shay e John

Já os personagens por sua vez, me levaram a loucura absoluta. É bem difícil decidir pra quem você esta torcendo no decorrer da temporada, pois todos os personagens conseguem te fazer sentir ambos, ódio e amor, ou talvez ódio e piedade, porque amor é uma palavra muito forte.

YOU é uma das melhores séries dramáticas que eu já assisti na vida, além de abordar perfeitamente assuntos importantíssimos como relacionamentos abusivos, problemas psicológicos e amor próprio, ainda tem um final que não nos decepciona, mas também não nos satisfaz 100%, deixando aquele gostinho de quero mais.

Eu indico essa série pra todo mundo que pede a minha opinião, e agora estou indicando pra vocês. Se preparem para passar muita raiva, defender psicopatas em alguns momentos, odiar a mocinha e depois mudar de ideia de novo, porque essa série é uma montanha russa de emoções.

Confiram o trailer!

Anúncios

FUNKO | Novos membros da coleção

1 eOlá! Tudo bem com vocês? Eu acho que todo mundo que me acompanha por aqui, pelo instagram ou pelo youtube já sabe que eu coleciono Funko Pop’s. Pra quem não sabe, Funko Pop’s são esses bonequinhos cabeçucinhos LINDOS, que no exterior são vendidos a preço de banana e aqui custa em média 100/200 reais.

Eu já tenho um vídeo no canal mostrando os Funkos que eu comprei enquanto estava nos EUA, mas dessa vez vim mostrar pra vocês minhas 3 novas aquisições: Gaston, Cogsworth e Eleven!

2 e3 e4 e516Na mesma coleção do Cogsworth, também temos a Mrs. Potts e o Chip, o Lumiere e a Bela (essa edição da Bela é a mais feia, com essa franjinha dividida no meio haha). Lembrando que essa minha coleção da Bela e a Fera é a coleção da animação e não a coleção da live action.

678914Da coleção do Gaston também temos a Fera mais linda de todas, que eu ainda terei, e as duas Belas com a roupinha rosa.

Tanto o Cogsworth quanto o Gaston custaram R$59,90 em uma loja de vídeo games aqui da minha cidade.

1213111015Eu estava atrás da Eleven sem peruca e com os Eggos a MUITOOO tempo nas lojas físicas, até que chegou meu aniversário e meu namorado comprou ela online pra mim. Toda a coleção de Stranger Things é MARAVILHOSA. Meus preferidos e próximos da lista são os da Joyce e o do Steve!

Então por hoje é isso, eu estou com olhos brilhando com os novos membros da minha coleção/família de funkos. Meu vício só aumenta e quero comprar mais e mais!

E vocês? Colecionam alguma coisa? Tem algum Funko POP!? Se sim, comentem aqui embaixo.

19 Metas Para 2019

minhas-metas-2019-e1543838118624.jpg     E o final do ano finalmente chegou. Da pra acreditar? Pisquei e 2018 acabou. Juro para vocês que eu ainda me sinto saindo de 2017, que loucura.

Então eu elaborei 19 metas para o ano de 2019, desde coisas simples do dia a dia, até hábitos que quero mudar ou aprender a ter e números que quero alcançar.

1. Voltar a ter um planejamento financeiro, gastar meu dinheiro apenas com o que eu preciso

2018 foi o ano para gastar TUDO e viver ao limite, fiz isso com êxito, mas agora é foco no objetivo.

2. Ler um livro por mês 

Eu li 1 LIVRO em 2018, SÓ UM… acho que não preciso explicar o porquê dessa meta, né?

3. Postar um vídeo por semana no canal

Eu juro juradinho que nesse ano essa meta se tornará realidade e não ficará de canto novamente!

4. Atualizar o blog pelo menos 4 vezes por semana

E eu não me refiro a postar 4 vezes durante um mês e depois sumir, vamos fazer disso uma realidade os 12 meses do ano, sim senhor.

5. Cuidar mais de mim, hidratar meu cabelo, corpo e rosto toda semana

Eu nunca fui muito menininha, nunca parei e separei um tempo para cuidar do meu cabelo, da minha pele, sobrancelha, unhas e etc, mas já passou da hora faz tempo de mudar isso.

6. Guardar no MÍNIMO 200 reais por mês

Voltando para a organização financeira, ta na hora de tirar as teias de aranha da poupança, ou seria melhor comprar um cofrinho? Não sei qual é o mais seguro hoje em dia hahaha

7. Começar a dar aulas de inglês para crianças

8. Fazer uma viagem para outra cidade/estado ou país

Não precisa ser Paris, se eu pegar um avião ali pra Sampa já to satisfeita.

9. Começar um curso (informática/espanhol/italiano)

Não podemos nos contentar apenas com o inglês, não é mesmo?

10. Não deixar os trabalhos da faculdade para a última hora 

POR FAVOR, FERNANDA, NÃO FAÇA ISSO CONSIGO MESMA!

11. Atingir 20 mil inscritos no canal

Acabando o ano com 5 mil, mas pela primeira vez na vida sonhando alto. Espalhem pros amigos que até essa época no ano que vem já vamos estar rumo aos 50k.

12. Postar 1 foto por dia no Instagram 

13. Me dedicar mais na divulgação das minhas redes sociais/blog/canal

14. Praticar algum exercício físico 

Anos ouvindo os médicos me dizerem que eu preciso de exercícios e ignorando… mas digamos que eu não aguento mais ficar fatigante após subir uma escada.

15. Aprender a receber críticas construtivas

Uma das principais virtudes do ser humano, aceitar criticas e saber lidar com elas. Confesso que não sei, mas estou em processo de melhora e pretendo ser a pessoa mais plena do mundo recebendo críticas até dezembro de 2019.

16. Voltar a cantar

Uma das minhas maiores paixões, não vejo a hora de voltar para um coro e subir em um palco.

17. Dedicar mais do meu tempo para os meus amigos

Sou famosa por deixar meus amigos de lado quando começo a namorar, infelizmente. Mas isso muda agora. Me comprometo aqui a manter uma relação mais próxima com aqueles amigos que eu só vejo de vez em nunca.

18. Comprar NO MÁXIMO 1 peça de roupa por mês, no MÁXIMO 2 

19. Anotar em um caderno uma coisa boa de cada dia

Fiz isso a alguns anos atrás e foi incrível. As vezes a gente não percebe o quanto nossa vida é boa e o quão lindo o mundo em nossa volta é, mas esse exercício ajuda muito a ver o lado positivo até nos piores dias.

Torçam por mim, porque vocês sabem o quão fácil é deixar de lado nossas metas e perder um ano fazendo vários nadas. Que a determinação esteja conosco!

VLOG | Minhas primeiras tatuagens + significados

Hoje eu tenho o prazer de lhes trazer um vídeo que eu jamais imaginei que traria, o vlog do dia em que eu fiz minhas primeiras DUAS tatuagens, sim, é real!

No vídeo eu acabei citando alguns cuidados e coisas do gênero, mas foquei mais em mostrar o processo e se doeu ou não, então aqui vão informações mais detalhadas:

  CUIDADOS                 

  • manter a tatuagem hidratada, recomendavelmente com óleo de coco
  • NÃO COÇAR, em hipótese alguma
  • evitar pegar sol nos locais das tatuagens até a cicatrização
  • evitar o uso de roupas muito apertadas nos primeiros dias, como jeans ou leggings
  • se preferível pode utilizar alguma pomada cicatrizante, mas NÃO BEPANTOL, pois ela desbota a tinta da tatuagem
  • lavar bem com água fria nos primeiros 3 dias, antes de hidratar
  • SEMPRE passar protetor solar antes de sair no sol
  • deixar a casquinha cair naturalmente, jamais arranca-la

SIGNIFICADO

Cada uma das minhas tatuagens tem um significado muito grande pra mim, eu passei meses, se não anos, pensando no que eu queria, como eu queria e porque. E esses foram os resultados finais.

IMG-20181205-WA0042.jpg
Tentativa frustrada de mostrar meu colar da rosa ao mesmo tempo que a tatuagem haha

A ROSA, como vocês podem imaginar, é o símbolo de um dos meus filmes preferidos da vida inteira, A Bela e a Fera. Mas ela não significa só isso. Todo mundo que já assistiu o clássico sabe que a rosa encantada foi enfeitiçada para viver 21 anos, e se no vigésimo primeiro ano a última pétala caísse e a fera não tivesse encontrado o amor verdadeiro, todos estariam presos no feitiço pra sempre. Pra mim é simplesmente perfeito que no meu aniversario de 21 anos eu tenha colocado esse símbolo tão importante na pele.

IMG-20181205-WA0041 (1) E por fim a tatuagem que eu sempre quis fazer, mas nunca soube colocar em forma de desenho, O GLOBO DE NEVE. Todo mundo que gosta de viajar tatua um globo, o do mundo mesmo, as vezes com algum enfeite, umas flores, um suporte, mas sempre um globo. Então quando eu decidi que queria tatuar algo que representasse meu amor por viajar e pelo mundo, pensei bem, pesquisei muito, até me dar de cara com uma ilustração que quando eu vi, pensei “É ESSA”.

Desde que eu comecei a viajar eu coleciono globos de neve, eles são meu grande amor, mesmo tendo perdido alguns pelo caminho, eu amo cada um dos meus globinhos. Outra coisa que me chamou muito a atenção nessa arte foi a paisagem representada, que é a minha preferida no mundo todo, as montanhas, o rio, a natureza … e a frase, fechando tudo com chave de ouro, ADVENTURE IS OUT THERE (A aventura esta lá fora). Vocês já assistiram UP! Altas Aventuras? Pois é, é desse filme mesmo que vocês estão reconhecendo essa frase. E acreditem se quiser, eu só me liguei na referencia depois que ela já estava tatuada hahah

Então é isso, explicando o que não foi explicado, cá estão os cuidados a serem tomados e os significados dos meus xodós!

Espero que vocês tenham gostado, um beijo e até a próxima!

É tendência | Calça Pantacourt

Sim, vocês estão vendo bem, isso é um post sobre moda. As vezes por não ser muito entendedora de um assunto eu prefiro me manter distante e não arriscar falar besteira, mas dessa vez eu vou ter que colocar minha opinião pra jogo.

As calças Pantacourt já estavam nas passarelas e nas revistas a algum tempo, mas foi nos últimos meses que elas viraram tendência e foram parar nas vitrines e nos nossos guarda roupas. Não é segredo pra ninguém que os últimos anos vem trazendo de volta muitas tendências dos anos 80 e 90, e a calça Pantacourt é mais uma dessas peças maravilhosas trazidas diretamente do túnel do tempo.

Design sem nome
Tenho uma calça igual a listrada e MEU DEUS, não tiro mais do corpo

Temos os modelos clássicos, aqueles que todo mundo tem ou quer ter, os que combinam com qualquer roupa, pretos é claro. Encontrei três looks lindos e diferentes com pantacourt preta e all star pra vocês se inspirarem. Eu super usaria os três!

Design sem nome (3)Mas se o seu intuito é fugir da mesmice e se destacar na multidão nesse verão, também existem os modelos coloridos. Não consigo decidir de qual desses três modelos eu gosto mais, o vermelho é luxo puro, esse azul é simplesmente a minha cor preferida e o florido ornou demais com o restante do look. Design sem nome (1)E agora para as minhas preferidas, meus xodós, outra que eu também adotei no meu dia a dia e não largo mais, a pantacourt jeans. Calça jeans de cintura alta já é um amor de longa data, mas calça jeans pantacourt… ultrapassa todos os limites. Esse tipo de modelo te permite montar literalmente qualquer look, desde o mais despojado, como o primeiro, até looks mais arrumadinhos como os outros dois. No fim do dia o que importa é que esse é o modelo de calça mais lindo que existe!

Então é isso, espero que a nerd que só fala de seriados e filmes não tenha se saído tão mal assim dando sua opinião sobre moda, mas se sai, paciência hahaha Comentem aqui embaixo o que vocês acham sobre essa nova/velha tendência.

Beijos, e até a próxima!

Crítica de Orphan Black: Muito mais do que clones

Orphan-Black-
Da esquerda para a direita: Beth, Helena, Sarah, Alison e Cosima

A série estreou em março de 2013 e teve sua quinta e última temporada finalizada em agosto de 2017, mas foi apenas em outubro de 2018 que eu conheci essa obra prima da televisão.

Orphan Black é uma série de ficção científica que conta a história de um instituto (DYAD) que cria ilegalmente um programa de clonagem humana, chamado LEDA. Desse programa surgem centenas de seres humanos absolutamente idênticos, que foram espalhados ao redor do mundo.

A vida da protagonista, Sarah Manning, muda completamente quando ela desce de um trem e encontra com uma mulher idêntica a si mesma, Beth Childs, pouco antes da mesma se jogar nos trilhos de trem e morrer. Em um ato de desespero, Sarah rouba os documentos da até então desconhecida e assume sua vida (BIG MISTAKE!). E é aqui que ela nos introduz ao mundo dos clones, a Alison e a Cosima.

E o que falar sobre Tatiana Maslany? Magnificamente a atriz da vida a no mínimo 11 clones diferentes, cada um completamente diferente do outro e único do seu jeito. O núcleo principal é formado pelas “sestras”: Sarah, Helena, Alison e Cosima, além da Rachel, que é a antagonista por ter sido criada pelo laboratório e se achar superior a todos os outros clones, e outras personagens que conhecemos ao longo da história, como a alemã Katja, a manicure Krystal, o transexual Tony e a maga da internet MiKa, todos são interpretados por Tatiana.

Orphan-Black-Sarah-e-Helea
Sarah e Helena descobrem que são irmãs biológicas. As gêmeas são as únicas LEDAS férteis e que se mantiveram fora do sistema e sem monitores durante toda sua vida.

Saindo do clube dos clones, encontramos outros personagens tão importantes quanto as meninas, e que também roubaram nosso coração durante essas cinco temporadas. Entre eles estão Felix, o maravilhoso irmão adotivo da Sarah, com seu sotaque britânico, suas obras de arte e sua fidelidade a causa a qualquer custo; Arthur, ex parceiro da Beth na polícia, um dos personagens que mais ajudou desde a primeira temporada, se não fosse por ele nada teria acontecido; Siobhan, o hino de mãe adotiva da Sarah, que após algumas temporadas se revela uma guerreira feroz, uma mulher imbatível e determinada, uma das melhores personagens da trama; Donnie Hendrix, o marido da Alison, que no começo era só um idiota do subúrbio, mas depois se tornou o suporte e a ancora que manteve Helena e Alison com a cabeça no lugar e vivas; Delphine Cormier, a francesa que chegou para roubar o coração da nossa Cosima, e também para salvar a pátria, tipo, centenas de vezes, entre muitos outros.

orphan-black-season-2-delphine-art-mrs-s-paul-donnie
Da esquerda para a direita: Delphine Cormier, Arthur, Siobhan, Paul (outro personagem marcante) e Donnie Hendrix

Orphan Black é mais do que uma série sobre clonagem humana, é uma série sobre amor, sobre família, sobre mulheres idênticas fisicamente, mas completamente diferentes por dentro, que se encontram, e fazem umas das outras suas irmãs, e lutam umas pelas outras como se fossem uma só. Isso é o que torna essa série tão linda, as conexões, os elos entre os personagens e como eles nos levam para dentro da história e nos fazem sentir parte daquela família, daquele clube.

A última temporada nos deu exatamente o tipo de final que eu AMO, sabe aqueles finais bem estilo novela da Globo? Todas as respostas foram respondidas, tivemos um pequeno pulo no tempo e pudemos acompanhar como a vida de cada uma das “sestras” finalmente entrou nos eixos. Helena com seus gêmeos, os quais foram nomeados após os homens da sua vida, Arthur e Donnie, Alison retomando sua vida e vivendo o relacionamento lindo que ela tem com o Donnie, Cosima finalmente em paz com a mulher da sua vida, viajando mundo a fora curando as outras LEDAS e Sarah, oh Sarah, ainda tentando descobrir seu propósito no mundo e aprendendo a ser feliz.

ob-four-clone-1600x720
As “sestras” na última cena, onde Helena lê o livro das suas memórias, que ela nomeou de Orphan Black

Meu coração já esta partido de saudades de uma das melhores séries que eu já tive o prazer de assistir, mas agora tudo que eu posso fazer é recomenda-la para vocês! Espero que gostem, me agradeçam depois haha

Meu top 5 cidades dos EUA

Hoje eu resolvi trazer para vocês uma lista com as minhas 5 cidades preferidas dos EUA, mas primeiro quero deixar claro que essa lista foi feita unicamente com cidades que eu tive o prazer de conhecer pessoalmente, futuramente farei uma lista com as cidades que eu ainda quero conhecer.

Tem vlog no canal de todas essas cidades, só clicar no nome da cidade e se apaixonar mais um pouco!

1. San Franciscoccimage-shutterstock_412496293

     Não poderia começar com outra cidade além daquela que meu coração resolveu chamar de lar, minha saudade constante e o lugar pra onde eu sonho voltar um dia. San Francisco roubou meu coração, não apenas pelo clima perfeito, ameno, nunca muito quente, nunca muito frio, mas também pelos Píers, pela cultura diversa, pelas ruas, os parques, a culinária, pelas pessoas que são cheias de vida e andam pela rua espalhando boas energias, no fim das contas, por tudo. Pius_Lee.0     Não sei se eu consigo citar um ponto negativo de San Francisco. Talvez o fato de ter muitos morros, mas isso também me lembrou muito de casa, e poder andar de bondinho pelos morros é algo surreal.

     Quase todo canto de San Francisco é unicamente lindo e especial, cenários de filmes e séries nos cercam, você pode tirar uma foto em qualquer lugar que vai ficar magnifica. As pontes, os vales, o mar, as ilhas, o carrossel no píer 39, aaaaah, San Francisco you got my heart.

2. New York

Skyline_Manhattan_Bridge_Brooklyn_Manhattan_NYC_Julienne_Schaer_022_007885f9-2552-464f-9c78-12b4082b71c2      New York, Nova York, Big Apple ou A Cidade Que Nunca Dorme, chame ela do que quiser, mas NY é sem sombra de dúvidas um dos lugares mais incríveis que eu já conheci. Criei algumas das minhas melhores memórias dos meus 12 meses de EUA nos 4 dias que fiquei em NYC, então imaginem o quão incrível foi.

    Existem tantas coisas pra fazer na cidade grande, que eu nem poderia citar todas nesse post. Desde shows da Broadway, museus, lojas gigantescas, ver a cidade do Top of the Rock, visitar as pontes, as ruas e as estatuas mais famosas do mundo, os bairros temáticos, UFA, cheguei a ficar sem folego só de pensar. Até um passeio de metro pela cidade consegue se tornar uma aventura, é incrível.

new-york-city-NYC318.jpg      NY no verão pode ser legal, porém NY no inverno… sai debaixo. Andar pelas ruas da cidade, principalmente a noite, andar de toca, luva e cachecol, tomar um chocolate quente no Starbucks, passear pelo Central Park coberto de neve, ver os lugares onde seus personagens preferidos já estiveram, todas essas experiências são impagáveis. NY é provavelmente um dos únicos lugares onde eu moraria, com exceção de SF.

3. New Orleans

bourbon-st.jpg      New Orleans foi um dos lugares onde eu fiquei menos tempo, considerando o fato que eu praticamente só fiquei 2 dias inteiros em cada lugar dessa lista, porém, o 1 dia e meio que fiquei turistando intensamente pela cidade, me deixaram apaixonada.

Lembrando ainda que eu não consegui vivenciar a noite da cidade, porque minhas companheiras de viagem estavam cansadas e foram dormir as 8 da noite (paciência), então eu amei tudo mesmo sem ver o mais importante. 5104226627001_5717620037001_5479294429001-vs.jpg      New Orleans é um lugar único, diferente de tudo que você já viu. Sério, não existe igual. As casas, a geografia, o clima que parece realmente meio místico, as pessoas, as feirinhas de rua que vendem bonecas de voodoo, TUDO, tudo é muito único daquele lugar.

Nessa cidade você pode visitar desde lojas de brinquedos fantásticas, até cemitérios, museus, restaurantes de comida típica bem baratinhos, pode viajar de barco até o centro histórico por 2 dólares, festejar no carnaval deles, também conhecido como Mardi Gras, você pode fazer tudo.

4. Los Angeles

photo-1501103777042-0aeb4df8ff8f.jpg      Infelizmente não posso dizer que vi tudo que eu queria ver em Los Angeles, ou que ao menos vi metade do que há para ver na cidade. O que acontece é que passei o Halloween de 2016 na cidade dos anjos, e não fiz nada mais do que festejar MUITO. Porém, contudo, todavia, somente o passeio na calçada da fama, ver os teatros, as lojas, as pessoas na rua, a placa de Hollywood, já me deixou com aquele gostinho de quero mais.1.jpg      Los Angeles e região tem muito a oferecer além do trânsito insano, assim como os parques da Universal e da Disney CA, pontos turísticos clássicos como a placa de Hollywood, os famosos postes de luz chamados Urban Lights, Beverly Hillsaquela rua que tem as lojas mais caras do mundo, Malibu, são tantas coisas pra ver que já me deu vontade de entrar no próximo avião pra Hollywood.

5. Miami

capa.jpg

Miami é praticamente o Brasil nos EUA, cheio de turistas o ano todo, quente, muita festa, bebida, noitadas e COMPRAS! Eu passei um final de semana em Miami em 2017 e amei, muito pelo contrário do que muita gente me dizia, mesmo não tendo ido a praia.

Alguns dos maiores e melhores outlets do país estão em Miami, mas nada se compara a Ocean Drive, uma das ruas mais famosas dos EUA, repleta de bares e algumas das melhores festas. Nada como tomar uma caipirinha de morando gigante em um dos bares, ouvindo música de qualidade, e depois pular para o clube ao lado, de preferencia ao ar livre, e dançar até cansar (ou até chegar as 2 da manhã, hora que acabam as festas). untitled.png      Miami não possui regras, é um lugarzinho a parte onde não se pedem documentos pra nada e pessoas menores de 21 anos tem a liberdade que tanto almejam.

Outro ponto muito legal na cidade são as artes do bairro Wyndwood, as famosas Wynwood Walls. Uma arte mais linda que a outra, você consegue fazer um book lá fácil, fácil.

     Então é isso, espero que vocês tenham gostado, compartilhem comigo quais suas cidades preferidas no mundo, no Brasil e nos EUA, e fiquem no aguardo que logo, logo sai post aqui no blog falando quais são as cidades dos EUA que eu ainda quero conhecer!