Eu Assisti | Onde está Segunda?

Toda vez que eu assisto um filme sem ler a sinopse ou ver o trailer eu penso: nunca mais. Mas cá estamos novamente com mais um filme que foi EITA atrás de EITA!

Onde-está-segunda-2017-5O filme se passa em um futuro distópico, onde o mundo se encontra super populado e o governo cria uma lei onde cada família só é permitida a ter um filho. Porém, devido a substancias utilizadas na agricultura, ocorre um aumento em grande escala de mulheres grávidas de múltiplos, o que significa que em cada uma dessas gravidezes, apenas uma criança poderá continuar viva.

Criadas nessa realidade, sete irmãs gêmeas dividem os dias da semana entre si, para que possam continuar tendo contato com o mundo externo. Fora de casa, todas são a mesma pessoa, mas no interior, cada uma é chamada pelo respectivo dia da semana em que assumem seu papel lá fora, cada uma tem sua personalidade, seu estilo, seus hobbies.

Até que um dia a famigerada Segunda sai e não volta mais, e suas 6 irmãs entram em uma busca incansável para descobrir seu paradeiro e impedir que todas sejam capturadas e mortas pelo governo.

Depois disso acho que qualquer coisa dita seria considerada spoiler, fora o fato de que a atriz que interpreta as irmãs (Noomi Rapace) é talentosa demais e que não é recomendável o apego por nenhum personagem.

Esse filme me deixou mergulhada por horas em um misto de amor e ódio, e até agora não sei dizer direito minha opinião concreta sobre ele. Minha nota? De 1 a 5, eu diria 4.

Agora assistam esse trailer maravilhoso e fiquem um pouquinho mais ansiosos pra descobrir o final dessa trama:

Anúncios

Eu Assisti | Antes que eu vá

Vocês já assistiram Happy Death Day, Nu, Feitiço do tempo (o famoso dia da marmota), No Limite do Amanhã ou qualquer outro filme onde a pessoa revive de novo e de novo e de novo o mesmo FUCKING dia? Pois então, estejam preparados pra mais um.

CxfD2qsUQAAuOAYO filme conta a história de Samantha Kingston (Zoey Deutch), uma jovem que tem aparentemente tudo na vida: família, amigos, namorado, popularidade e beleza, mas que não valorizava nada disso até sofrer um acidente e passar a reviver todos os dias o dia da sua morte.

O roteiro não trás absolutamente nada novo, ele nos introduz na vida de adolescente americana perfeita da protagonista, nos mostra como ela e suas amigas são o clássico grupinho de patricinhas que praticam bullying com os desajustados e como ela tem um péssimo relacionamento com a família por pura birra e futilidade.

E não me entendam mal, eu mesma amo filmes com temática adolescente, mas eu assisti o filme sem saber sobre o que se tratava, e quando a cena do acidente chegou, ela apagou e acordou no outro dia como se nada tivesse acontecido… bem, depois dai tudo ficou muito previsível.

Desde a primeira vez que ela revive o dia de sua morte, todos nós já percebemos o que ela precisa fazer para encerrar o ciclo: se tornar uma pessoa melhor. Mas é óbvio que ela leva uma década pra perceber isso, e vive cada dia de uma forma completamente diferente, nunca resultando em nada.

Eu confesso que se tivesse a chance que ela teve de viver de novo o seu ultimo dia por incontáveis vezes, faria o mesmo que ela. Passaria um dia com a minha família, um dia com as minhas amigas, usaria um dia pra ser quem eu realmente sou e falar a verdade na cara de todo mundo, sem medo das consequências, e ai depois eu me preocuparia em realmente encerrar o ciclo.antesqueeuva_6-1-e1493231167753-750x380No fim das contas eles tentaram passar uma boa mensagem, mas não tenho certeza se conseguiram. O filme se arrastou bastante, mas ao mesmo tempo acabou passando correndo pelos assuntos que realmente importavam, como o bullying, o relacionamento dela e das amigas com a família, ou a falta de caráter das amigas dela. Teve muita coisa que me deixou bem frustada, como o fato dela não ter dito nada pra melhor amiga que era, desculpem o uso da palavra, uma cuzona, ou como ela acabou não se despedindo direito do menino que ela amava, e a dúvida que ficou no final que foi: a morte dela foi em vão, ou suas amigas e colegas finalmente vão aprender a respeitar o próximo e alguém vai parar com o bullying?

Se eu tivesse que dar uma nota de 1 a 5, ela seria 3. Não é um filme ruim, mas não criem muitas expectativas, porque pode ser um banho de água fria.

 

Review | One day (Um dia)

Vamos falar sobre o pior filme de romance que eu já assisti em toda a minha vida?

200px-One_Day_PosterSinopse: Emma (Anne Hathaway) e Dexter (Jim Sturgess) se conheceram na faculdade, em 15 de julho. Esta data serve de base para acompanhar a vida deles ao longo de 20 anos. Neste período Emma enfrenta dificuldades para ser bem sucedida na carreira, enquanto Dexter consegue sucesso fácil, tanto no trabalho quanto com as mulheres. A vida de ambos passa por várias outras pessoas, mas sempre está, de alguma forma, interligada.

Na minha opinião…

Um dia é o clássico livro de romance que virou filme. E eu já começo essa crítica deixando bem claro que eu nunca li o livro, portando tudo que vai ser dito aqui é apenas sobre o filme. Okay?

Um dia trás uma ideia muito legal, na qual eles tentaram contar a história do casal pra gente, mostrando apenas um dia por ano da vida deles, durante 2 décadas. Essa ideia poderia sim ser aproveitada pra fazer um filme incrível, envolvente e apaixonante, mas não foi o caso.

Desde o início eu achei o filme entediante e monótono, era até difícil conseguir fixar a atenção no que estava acontecendo. Outra coisa que também me deixou muito incomodada foi a palheta de cores utilizada no filme, cores frias, opacas e tristes, que automaticamente te remetem a tristeza, que mesmo sendo o que os personagens sentiram em 90% do tempo, não é algo que um filme de romance deveria transmitir para o telespectador em 90% do tempo.

AAEAAQAAAAAAAAN3AAAAJGVlN2I0ZmM2LTQ5YWYtNDE2Ni05OGQzLTFmYTE0YTI3MWY2YQ

Emma e Dexter se conhecem em 15 de julho de 1988, e depois dai, tomaram rumos completamente diferentes. Emma passou boa parte dos 20 anos que se passaram, lutando para conseguir formar uma carreira para si, vivendo um romance extremamente enjoativo com um amigo de anos, enquanto Dexter esbanjava de muito dinheiro, uma carreira de sucesso na TV, drogas e todas as mulheres que ele quisesse ter.

Eles tentam nos convencer durante todo o tempo de que os dois se amam, de que no fundo, mesmo depois de tudo, eles se amam. Mas o filme em momento algum passa qualquer fagulha de amor sequer. O filme todo é frio, sem química, sem romance, sem paixão. Frio assim como suas cores.

Sim, a vida não é sempre um mar de rosas. Sim, a ideia de demonstrar como uma pessoa conhecida ao acaso pode acabar se tornando alguém de suma importância nas nossas vidas, e como as pessoas mudam com os anos, assim como seus desejos, sonhos e amores é uma ótima ideia. Mas eles foram longe demais na dor, e não foram nem mesmo rasos na parte do amor. Acabamos o filme com um peso no coração, pena, angustia e dor, e nem um misero gostinho do que um verdadeiro romance deveria nos fazer sentir.

Mesmo a vida não sendo um mar de rosas, a gente nunca espera ao assistir um romance, mergulhar em um mar de espinhos sem fim.

Após muitas críticas positivas eu finalmente resolvi ceder a esse filme, com a expectativa de que seria incrível, e infelizmente não foi o que eu esperava!

Review |BAYWATCH

Olá, tudo bem com vocês? Hoje eu vim falar pra vocês sobre uma das melhores comédias que eu já assisti nos últimos tempos: BAYWATCH!

Quando eu vi esse filme em cartaz, lembro que não dei muita atenção, mesmo tendo um dos meus atores de comédia favoritos como protagonista (Dwayne Johnson), mas acabei dando uma chance e mordi a língua feio.
screen-shot-2017-04-19-at-9-32-34-am-copy.jpg

Sinopse: “O ex-atleta olímpico Matt Brody quer se juntar a uma equipe de salva-vidas de elite liderada por Mitch Buchannon. Quando as drogas e o suspeito dono de um resort ameaçam a baía, Mitch e Matt precisam colocar suas diferenças de lado e entrar em ação.”

Crítica: O filme tem um elenco INCRÍVEL, como eu já disse, o elenco conta com o ídolo supremo Dwayne Johnson, com meu crush de infância Zac Efron e com a minha crush SUPREMA Alexandra Daddario (vocês já viram essa mulher?).

Falando de fotografia, as imagens são impecáveis, a palheta de cores é a clássica de filmes praianos, que nunca deixa a desejar, e no fim das contas, quem consegue focar em detalhes negativos da fotografia quando temos em cena apenas beldades de maio e sem camisa, não é mesmo?Baywatch-elencoPra quem não sabe, BAYWATCH é uma refilmagem de uma série clássica dos anos 90, que lançou no mundo do cinema dois nomes que todo mundo conhece, Pamela Anderson David Hasselhoff. Quem nunca assistiu essa série, mas é fã de Friends, deve lembrar com certeza da clássica cena do Chandler e do Joey assistindo Baywatch apenas pra ver as meninas correndo de maio em câmera lenta hahahBaywatch-tvEu super recomendo esse filme pra todo mundo que gosta de uma boa comédia!

cuplover_arabesco

posted by Fernanda Tomás

A coleção de bolsas da Disney que vai te tirar o fôlego!

Danielle Nicole é o nome da designer que criou essa coleção INCRÍVEL de bolsas, mochilas e necessaires inspiradas nos filmes mais famosos da Disney. E essa coleção, que contém mais de 30 peças, esta levando os fãs das animações a loucura (me incluam nesse grupo, por favor).

Nessa coleção você vai encontrar bolsas em todos os modelos e formatos que você imaginar, desde bolsas no formato do rosto dos personagens, até no formato de objetos dos filmes, como a rosa, o bule e a xícara de chá de “A Bela e a Fera”. As bolsas são muito bem detalhadas, decoradas e trazem muitos apetrechos e cores brilhantes e chamativas! Pra quem se interessou, a marca americana envia para todo o mundo, e as bolsas custam de $18 a $88 dólares! Você pode encontrar essas e mais bolsas AQUI!

E ai, o que vocês acharam? Mais alguém aqui esta louca por uma dessas?

(Cliquem nas fotos para expandir!)

Dia dos Pais | Os melhores pais da televisão

Primeiramente, feliz dia dos pais a todos os pais e ‘pães‘ que estão lendo esse post!

Nessa data tão especial eu decidi trazer pra vocês um post falando dos melhores pais da televisão, ou pelo menos os meus favoritos! Vamos seguir então com a minha lista de paizões da porra!1Tio Phill – O primeiro paizão da nossa lista é o melhor pai/tio que você respeita, um dos melhores personagens do clássico Um Maluco no Pedaço, o Tio Phill. Ele sempre foi uma figura forte, firme, as vezes mal humorado, mas acima de tudo um homem com um coração gigante, que nunca media esforços quando se tratava dos seus filhos ou do tão amado sobrinho, Will.
2Danny Tanner – O pai do século. Pra quem não conhece, Danny Tanner é o paizão da família Tanner, da série Três é Demais. No enredo, após a morte da esposa, ele se encontra sozinho com quatro filhas para criar, e mesmo com todas as dificuldades ele sempre deu muito amor e carinho pras suas meninas. Um exemplo de como ser um bom pai!3Marlin – O pai que correu meio mundo atrás do seu menininho, ou peixinho, como preferirem, com certeza merece ser citado. Um dos melhores filmes infantis de todos os tempos, Procurando Nemo nos mostra como amor de pai não tem limites.4Charlie Swan – O pai que sempre me fez dizer: “Ah como eu queria que ele fosse meu pai!”. Quem me conhece sabe que minha saga favorita é e sempre foi a saga Crepúsculo, então eu já assisti nosso amado Xerife Swan sendo o paizão que ele é milhares de vezes. Desde o primeiro filme ele sempre teve MUITOS motivos para se preocupar com a nossa protagonista. Acidentes, doenças, pesadelos, más companhias, desaparecimentos, até a gravidez inesperada e a vida misteriosa que ele teve que assimilar no último filme. Eu sempre fui e sempre serei #TEAMCHARLIE!5Julius – “Quando eu era garoto não precisava de roupa especial, ter roupa já era especial.” Se você já assistiu Todo Mundo Odeia o Chris (o que todo mundo já deve ter feito), vai reconhecer essa frase e o jeitinho clichê de falar de dinheiro que apenas o pai do Chris tem. Ele sempre foi durão, mas sempre arrancou boas risadas do público e sempre fez o melhor pelos seus filhos.6Christopher Gardner – Um dos melhores e mais dramáticos filmes de um dos meus atores favoritos, Will Smith arrancou lágrimas de todos no filme A Procura da Felicidade, onde ele interpreta um pai solteiro, com a vida em ruínas, que passa por todos os perrengues possíveis para dar pro seu filho uma vida digna. Se você ainda não assistiu esse filme, hoje é o dia!7E por último, mas não menos importante, o pai mais amado da televisão mundial, e também o mais engraçado e excêntrico de todos, Homer Simpson. Apesar de todas as brincadeiras, piadas e loucuras desse paizão, lá no fundo a gente sabe que ele ama seus filhos e faria de tudo pra eles. Existem muitos episódios na série em que vimos o quanto ele abriu mão na vida para que as crianças tivessem uma vida melhor, como por exemplo o episódio em que ele volta a trabalhar na usina quando descobre que a Marge está grávida da Maggie.

Review | Para Sempre Cinderela

IMG_2794IMG_2795Lá vem a viciada em contos de fadas novamente, dessa vez, com mais um filme sobre nossa querida Cinderela, dessa vez um filme mais antigo, de 1998, com nada mais nada menos do que Drew Barrymore interpretando nossa princesa.

Esse filme começa como uma história, uma parente distante de Danielle (a Cinderela), convida os irmãos Grimm para conhecer a real história por trás do conto, a história que virou lenda, e depois conto de fadas.

Nesse filme você não vai encontrar fadas madrinhas, nem aboboras se transformando em carruagens e ratos em cavalos, nessa história tudo é real, e pela primeira vez você pode realmente testemunhar o como e o por quê do príncipe se apaixonar pela criada.

É de longe um dos melhores filmes baseados no conto de fadas que eu já assisti, um filme que te leva a amar mais intensamente ainda a história da Cinderela, ou para alguém como eu, finalmente começar a amar a história da Cinderela (confesso que nunca fui fã número 1).

Além de termos Drew Barrymore como a nossa Cinderela, ainda temos Anjelica Huston (nossa eterna Morticia, de A Família Adams) como a madrasta, Melanie Lynskey (a Rose de Two and a Half Man) como a irmã malvada que é boazinha (sim, temos isso no filme), além de muitos outros.

Se vocês estão se perguntando, vocês podem encontrar esse filme no Netflix pelo nome Para Sempre Cinderela (arrasaram na tradução).

Espero que vocês gostem!