12 Cartas em 12 Meses | Mês 2

mlmm

TEMA: Uma carta para um personagem fictício.

“Querida Rachel,

Eu sempre sonhei em sentar frente a frente com você e ter uma longa conversa sobre nosso sonhos e sobre como era bom superar os obstáculos, lutar por eles e conquista-los, mas como isso nunca foi possível, resolvi escrever essa carta pra expressar tudo que eu sinto e fingir ter uma conversa agradável com você.

Sempre admirei muito a sua personalidade e o seu jeito de ser, o modo como você é 100% focada e centrada no que quer, e como luta com todas as forças para conseguir essas coisas. Parabéns por ser a pessoa que você, e por nunca ter se deixado abalar ou colocar pra baixo por todas as coisas ruins que os outros te diziam.

Eu super entendo esse nosso probleminha de superioridade e de controle de tudo e todos, sempre tive o mesmo problema, essa vontade louca de fazer tudo do meu jeito, porque é claro, do nosso jeito é SEMPRE melhor hahah

Eu também canto, assim como você, é claro que não tenho nem metade do talento que você tem, quem me dera, mas é uma paixão que eu carrego comigo bem guardadinha desde pequena. Sempre fui meio tímida em relação a isso, ouvi muitas críticas e resolvi me calar. Sei que você jamais fez isso, e jamais faria, mas isso tudo foi mais forte que eu e eu não pude evitar me calar após ouvir tanta coisa negativa.

Mas você quer saber o que realmente fez com que eu me identificasse tanto com você? A nossa aparência. A coisa menos importante, que deveria passar despercebida no meio de uma personalidade e um talento tão puro, mas que todo mundo nota, e acaba fazendo piada de mal gosto ou falando coisas inúteis. É que fica difícil quando isso esta bem no meio do nosso rosto, não é mesmo? Aquela vez em que você tentou fazer a cirurgia plástica, eu super te apoiei e te entendi, porque todos ao meu redor falam a mesma coisa que os seus amigos lhe falaram, que era loucura, que eu sou única como sou, pois é, eles só falam isso porque o deles é perfeito. Minha ideia de mudar o meu ainda persiste, sei que você é a pessoa que conseguiria me fazer mudar de ideia, depois de tudo que passou e tudo o que lutou, mas como não podemos conversar, as coisas ficarão assim mesmo.

Eu sempre me prolongo muito nas minhas cartas e me demoro nas conclusões, mas nessa tentarei ser diferente. Eu te escolhi pra escrever essa carta, pois sempre te admirei, e espero um dia poder ser 1/3 do que você sempre foi, e suportar tudo o que você suportou de cabeça erguida.

Meus parabéns pela pessoa que você é, pelo seu talento, sua força, sua perseverança, mas principalmente por lutar por aquilo que você ama, e por todo o seu amor nisso.

Um beijo, e nos encontramos por ai!”

  • Carta escrita a Rachel Berry, protagonista da série Glee.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s