Review: Nim’s Island (A Ilha da Imaginação)

Sinopse: A jovem Nim (Abigail Breslin), uma garota cheia de imaginação, mora com seu pai Jack (Gerard Butler) numa ilha remota. Seu prazer predileto é viajar pelas páginas dos livros, sobretudo as história com o maior de todos os aventureiros, Alex Rover. Nim, no entanto, não faz ideia de que Alexandra (Jodie Foster), a autora dos livros Rover, tem uma vida solitária na cidade grande. Mas o destino das duas irá se cruzar quando o pai de Nim desaparece misteriosamente da ilha. Agora, Alexandra e a pequena Nim terão de reescrever a história do herói Alex Rover e encontrar forças uma na outra para salvar a vida do pai da menina e também da ilha.

Crítica: O filme tem uma fotografia INCRÍVEL e um enredo totalmente envolvente. O filme começa com a pequena Nim contando sobre como foi morar na ilha, falando sobre a morte de sua mãe e como ela e seu pai faziam pra viver lá.

Seu pai é biólogo marinho, e todos os suprimentos, roupas, livros, eletrodomésticos e moveis, são mandados pra eles por barcos, que atracam muito antes de chegar perto da ilha, e descarregam no pequeno barco do Johnn (pai da Nim), isso, porque ninguém sabe que existem pessoas vivendo naquela ilha, e eles preferem manter isso em segredo.

Em uma dessas caixas de suprimentos, chega o novo livro de Alex Rover, personagem corajoso, valente, que não teme nada nem ninguém, e pelo qual Nim morre de amores. Ela admira sua coragem e deseja ter sua destreza.

Um dia seu pai sai a trabalho (no mar, com seu barco, para procurar por novas células) e Nim fica sozinha na ilha. Tudo fica bem até uma tempestade se formar e quebrar o barco do pai da Nim no meio do oceano, o levando pro meio do nada e o deixando perdido.

Nesse meio tempo, Nim (o pai dela na verdade) recebe um email de Alex Rover (que Nim acha ser o personagem, mas na verdade é a autora dos livros), pedindo para o Johnn como era viver a sombra de um vulcão e se ele podia contar um pouco sobre isso para ela/ele.

O que acontece afinal, é que o pai de Nim acaba não voltando, e ela em desespero, sem saber o que fazer, acaba pedindo ajuda a Alex Rover, chamando-o (a) para a ilha, para ajudar com o caso do seu pai.

Alexandra no entanto tem sérios problemas. Ela não sai de casa a anos, não respira ar puro, não come nada que não seja sopa enlatada, não conversa no telefone e nem mantem nenhum contato humano com ninguém. Por esses e outros motivos, pra ela é muito mais difícil tomar a decisão de ir ajudar a garota, do que para qualquer outro ser humano no mundo.

Mas ela acaba indo, passa por MUITAS aventuras, mas no final, tudo acaba dando perfeitamente bem, e o pai da Nim (ressurgido das cinzas, ou melhor, do mar) vive feliz para sempre, na ilha, com sua filha Nim e sua nova namorada, Alexandra Rover.

  •   Super super indico, não só pela maravilhosa história, mas também pelos ótimos atores e pelo ótimo desenvolvimento do filme, em quesito de imagem, som e derivados. Re-assistiria quantas vezes fossem necessárias.

Imagem

Anúncios

Um comentário sobre “Review: Nim’s Island (A Ilha da Imaginação)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s