Meu top 5 cidades dos EUA

Hoje eu resolvi trazer para vocês uma lista com as minhas 5 cidades preferidas dos EUA, mas primeiro quero deixar claro que essa lista foi feita unicamente com cidades que eu tive o prazer de conhecer pessoalmente, futuramente farei uma lista com as cidades que eu ainda quero conhecer.

Tem vlog no canal de todas essas cidades, só clicar no nome da cidade e se apaixonar mais um pouco!

1. San Franciscoccimage-shutterstock_412496293

     Não poderia começar com outra cidade além daquela que meu coração resolveu chamar de lar, minha saudade constante e o lugar pra onde eu sonho voltar um dia. San Francisco roubou meu coração, não apenas pelo clima perfeito, ameno, nunca muito quente, nunca muito frio, mas também pelos Píers, pela cultura diversa, pelas ruas, os parques, a culinária, pelas pessoas que são cheias de vida e andam pela rua espalhando boas energias, no fim das contas, por tudo. Pius_Lee.0     Não sei se eu consigo citar um ponto negativo de San Francisco. Talvez o fato de ter muitos morros, mas isso também me lembrou muito de casa, e poder andar de bondinho pelos morros é algo surreal.

     Quase todo canto de San Francisco é unicamente lindo e especial, cenários de filmes e séries nos cercam, você pode tirar uma foto em qualquer lugar que vai ficar magnifica. As pontes, os vales, o mar, as ilhas, o carrossel no píer 39, aaaaah, San Francisco you got my heart.

2. New York

Skyline_Manhattan_Bridge_Brooklyn_Manhattan_NYC_Julienne_Schaer_022_007885f9-2552-464f-9c78-12b4082b71c2      New York, Nova York, Big Apple ou A Cidade Que Nunca Dorme, chame ela do que quiser, mas NY é sem sombra de dúvidas um dos lugares mais incríveis que eu já conheci. Criei algumas das minhas melhores memórias dos meus 12 meses de EUA nos 4 dias que fiquei em NYC, então imaginem o quão incrível foi.

    Existem tantas coisas pra fazer na cidade grande, que eu nem poderia citar todas nesse post. Desde shows da Broadway, museus, lojas gigantescas, ver a cidade do Top of the Rock, visitar as pontes, as ruas e as estatuas mais famosas do mundo, os bairros temáticos, UFA, cheguei a ficar sem folego só de pensar. Até um passeio de metro pela cidade consegue se tornar uma aventura, é incrível.

new-york-city-NYC318.jpg      NY no verão pode ser legal, porém NY no inverno… sai debaixo. Andar pelas ruas da cidade, principalmente a noite, andar de toca, luva e cachecol, tomar um chocolate quente no Starbucks, passear pelo Central Park coberto de neve, ver os lugares onde seus personagens preferidos já estiveram, todas essas experiências são impagáveis. NY é provavelmente um dos únicos lugares onde eu moraria, com exceção de SF.

3. New Orleans

bourbon-st.jpg      New Orleans foi um dos lugares onde eu fiquei menos tempo, considerando o fato que eu praticamente só fiquei 2 dias inteiros em cada lugar dessa lista, porém, o 1 dia e meio que fiquei turistando intensamente pela cidade, me deixaram apaixonada.

Lembrando ainda que eu não consegui vivenciar a noite da cidade, porque minhas companheiras de viagem estavam cansadas e foram dormir as 8 da noite (paciência), então eu amei tudo mesmo sem ver o mais importante. 5104226627001_5717620037001_5479294429001-vs.jpg      New Orleans é um lugar único, diferente de tudo que você já viu. Sério, não existe igual. As casas, a geografia, o clima que parece realmente meio místico, as pessoas, as feirinhas de rua que vendem bonecas de voodoo, TUDO, tudo é muito único daquele lugar.

Nessa cidade você pode visitar desde lojas de brinquedos fantásticas, até cemitérios, museus, restaurantes de comida típica bem baratinhos, pode viajar de barco até o centro histórico por 2 dólares, festejar no carnaval deles, também conhecido como Mardi Gras, você pode fazer tudo.

4. Los Angeles

photo-1501103777042-0aeb4df8ff8f.jpg      Infelizmente não posso dizer que vi tudo que eu queria ver em Los Angeles, ou que ao menos vi metade do que há para ver na cidade. O que acontece é que passei o Halloween de 2016 na cidade dos anjos, e não fiz nada mais do que festejar MUITO. Porém, contudo, todavia, somente o passeio na calçada da fama, ver os teatros, as lojas, as pessoas na rua, a placa de Hollywood, já me deixou com aquele gostinho de quero mais.1.jpg      Los Angeles e região tem muito a oferecer além do trânsito insano, assim como os parques da Universal e da Disney CA, pontos turísticos clássicos como a placa de Hollywood, os famosos postes de luz chamados Urban Lights, Beverly Hillsaquela rua que tem as lojas mais caras do mundo, Malibu, são tantas coisas pra ver que já me deu vontade de entrar no próximo avião pra Hollywood.

5. Miami

capa.jpg

Miami é praticamente o Brasil nos EUA, cheio de turistas o ano todo, quente, muita festa, bebida, noitadas e COMPRAS! Eu passei um final de semana em Miami em 2017 e amei, muito pelo contrário do que muita gente me dizia, mesmo não tendo ido a praia.

Alguns dos maiores e melhores outlets do país estão em Miami, mas nada se compara a Ocean Drive, uma das ruas mais famosas dos EUA, repleta de bares e algumas das melhores festas. Nada como tomar uma caipirinha de morando gigante em um dos bares, ouvindo música de qualidade, e depois pular para o clube ao lado, de preferencia ao ar livre, e dançar até cansar (ou até chegar as 2 da manhã, hora que acabam as festas). untitled.png      Miami não possui regras, é um lugarzinho a parte onde não se pedem documentos pra nada e pessoas menores de 21 anos tem a liberdade que tanto almejam.

Outro ponto muito legal na cidade são as artes do bairro Wyndwood, as famosas Wynwood Walls. Uma arte mais linda que a outra, você consegue fazer um book lá fácil, fácil.

     Então é isso, espero que vocês tenham gostado, compartilhem comigo quais suas cidades preferidas no mundo, no Brasil e nos EUA, e fiquem no aguardo que logo, logo sai post aqui no blog falando quais são as cidades dos EUA que eu ainda quero conhecer!

Anúncios

Intercâmbio ou faculdade? Como tomar a decisão?

Oooooi! Tudo bem com vocês? Eu espero que sim!

Quem me acompanha a algum tempo já sabe que tenho quase tudo preparado para fazer um intercâmbio ano que vem, já que me formo no ensino médio nesse ano de 2015, mas o que acontece é que nos últimos meses uma dúvida cruel esta pairando sobre meus pensamentos: devo ir para os EUA antes ou depois de fazer faculdade, e vale a pena fazer faculdade?

Ano passado eu decidi fazer esse intercâmbio (pra quem não sabe sobre qual intercâmbio eu estou falando, tem post falando sobre ele AQUI) por alguns motivos específicos.

1º: porque ainda não tinha me decidido sobre o curso que queria fazer na faculdade (e devo admitir, esse foi um dos principais fatores);

2º: porque como sempre sonhei morar nos EUA, pensei que talvez perdesse anos aqui no BRA fazendo faculdade, sendo que depois, lá, ela não valeria de nada;

3º: porque achei melhor a ideia de ir para os EUA pra ver se é realmente o que eu imagino, primeiro, e se não for, ai sim voltar e investir com fé em uma profissão aqui.

Se você for avaliar bem, esses são bons motivos para decidir fazer intercâmbio antes da faculdade, mas para os meus pais, tudo ainda é muito novo e como eles não acham de forma alguma que eu conseguiria de alguma forma fazer uma faculdade no exterior ou até mesmo conseguir um emprego, pra eles o fato de eu não querer entrar em uma faculdade ano que vem é o FIM DO MUNDO.

Minha decisão esta tomada, meu coraçãozinho dói em pensar em deixar minha família pra trás, meu namorado, deixar minhas duas crianças queridas (meu irmão e minha sobrinha) para cuidar das crianças de outra pessoa, deixar de abraçar, beijar, apertar, deixar de ver o primeiro dia do meu irmão na escola ou os primeiros passos da minha sobrinha, sei que isso tudo vai ser MUITO, mas muito difícil, mas todo sonho tem um preço, e o meu vai ser esse, vai ser economizar todos os anos para poder vir em toda oportunidade para ver os meus amores.

Meus conselhos pra quem tem o mesmo sonho que eu são:

Não importa qual seja a sua idade, comece IMEDIATAMENTE a economizar dinheiro, porque o tempo passa rápido, e aquela saia que você comprou com o seu salário do mês passado, jamais vai te levar a lugar nenhum;

Pesquise, corra atrás de todas as informações possíveis, não importa qual intercâmbio você queira fazer, se é o mesmo que eu ou não, apenas corram atrás de pessoas com experiência, pessoas que possam te dar uma opinião concreta;

Pese bens as suas decisões. Se você realmente acha que poderia ter uma vida normal, tranquila e feliz aqui no BRA mesmo, casar, ter uma profissão incrível e viajar o mundo depois, e se você não se importa tanto com os milhões de problemas que sobrecarregam o nosso país, fique, se forme, e depois vá e tente algo novo, é claro que você sempre vai correr o risco de gostar mais do outro país e depois se arrepender até o fim da vida por ter gastado fortunas na faculdade, mas pelo menos você tentou. Agora, se você sabe que seu coração não vai parar até chegar lá, corre atrás, se joga, nunca abandone os seus sonhos, e se nada der certo, volte, se forme, a vida brasileira ainda estará aqui esperando por você.

As intercambistas youtubers dizem: se formem antes! Mas elas todas estão voltando, ou seja, se você não quer voltar, não vá pelos conselhos de quem voltou, e sim de quem ficou. Vou deixar aqui embaixo o canal de uma menina que decidiu ficar, e não se arrepende de forma alguma.

A Marthinha, do blog NY and About, foi pelo intercâmbio que eu vou fazer, e seguindo todos os passinhos da minha lista de objetivos, trocou de visto, se formou por lá e esta lá até hoje. Taca-lhe pau Martha!

Eu espero que vocês tenham gostado e boa sorte com a sua decisão!

Projeto 52 semanas | #6 Viagens que quero fazer antes de morrer

Olaa! Vocês gostam de viajar? Pois bem, eu sou meio suspeita nesse assunto, já que nunca andei de avião nesses meus 17 anos de vida e nem viajei direito para fora do RS.

Enfim, a proposta do projeto para essa semana é citar lugares pra onde eu gostaria de ir antes de morrer. No meu caso essa pergunta é meio ampla, já que eu gostaria muito de fazer a volta ao mundo (sonhar é de graça).

Então vamos começar com essa lista “um pouco” extensa de lugares pra onde eu quero viajar antes de ficar crocante hahah1O primeiro colocado na minha lista de lugares para visitar, sempre foi e sempre será o estado da Califórnia. No principio meu maior sonho sempre foi morar em Los Angeles, virar atriz, viver naquela correria, no calorzinho, perto da praia e de uma centena de coisas legais e gente famosa. Depois de um tempo comecei a descobrir mais sobre San Diego, San Francisco, Santa Mônica  (da imagem) e acabei me apaixonando por todas essas cidades. Até me convenci de que queria mais que tudo viver em San Francisco.2O segundo lugar, um que quase toda menina já sonhou em conhecer, mas eu em particular nunca deixei de sonhar é a Disney. Meu sonho só aumentou depois da inauguração do parque do Harry Potter, lugar onde um dia eu quero fazer um book de tanta foto que eu vou tirar hahah ♥3Eu odeio praias, odeio água, e amo areia, por motivos desconhecidos. Então, por que praias estão na minha lista de lugares para conhecer antes de morrer? Porque praias assim, como Caribe, Hawaii, entre outras, me dão paz, tranquilidade e me lembram MUITO o paraíso, ou o que seria o paraíso no meu ponto de vista. A água é transparente, gostosa, parece tão calma, tranquila, bonita, magica (sim, eu tenho esse certo encanto sobrenatural por esses paraísos litorâneos).4Um dos lugares pra onde eu quero ir o mais breve possível quando estiver viajando pelos EUA é o Hawaii,sem sombra de dúvidas. Como já expliquei acima, como eu poderia não sonhar passar semanas em um lugar assim? ps: sempre amei ilhas e tive muita vontade de visitar uma (mesmo tendo medo de mar e estando em um pedaço de terra cercado por ele em todos os lados).5É claro que na minha lista não poderia faltar uma das cidades mais amadas do mundo, Londres. Sim, eu também sonho conhecer Paris, mas nem 1/3 do quanto quero conhecer Londres. Tudo lá é tão bonito, antigo, rústico, e mágico. Me lembra muito Harry Potter e ainda tem mais cenários do que eu poderia imaginar para se fotografar #VEMLONDRES.

Não quero fazer esse post ficar MUITOOO extenso, então vamos para uma breve lista de outros locais bem maneiros que eu quero muito conhecer: Islândia (vem aurora boreal, casinhas de hobbit e cabras); Portugal (vem país que fala minha língua, mas é muito mais bonito e com uma arquitetura fantástica ♥); PARIS (VEM TORRE ‘DE FEL’, como diz meu irmão caçula hahah); ITÁLIA (vem coliseu, passeio de barco e voltinhas de vespa ♥).

Enfim gente, eu acho que é basicamente isso, acho que vocês já perceberam que eu realmente quero fazer a volta ao mundo, e resumir apenas alguns lugares em um post é muito complicado MESMO.

Não esqueçam de dar uma olhadinha nos blogs dos outros participantes do projeto (somos só em quatro agora):

SuelenLucasJoanderson.

Instagram Facebook Twitter Flickr

Férias no fim do mundo!?

Ola pessoal! Já comentei com vocês em outro post que fiquei alguns dias ausente láaa no fim/começo de 2014/15. porque estava viajando para o interior com a família do meu namorado. Ficamos 10 dias por lá, Santiago, Catuípe e umas outras cidades que eu nem sequer me lembro o nome (aquelas bem pro fim do RS). Então, hoje vim compartilhar com vocês algumas experiências legais que nós tivemos nesses 10 dias, mas principalmente as poucas (e únicas) fotos que nós tiramos por lá.

Posso dizer que a melhor experiência que eu tive nessas férias foi poder passar mais tempo com o meu namorado (contando com o fato de que nos veremos MUITO raramente quando o ano letivo começar) e juntos a gente fez coisas normais, mas que geralmente eu dizia não quando estávamos em casa, como jogar Far Cry e assistir Star Wars. Uma das melhores coisas que meu namorado já me forçou a fazer na vida foi isso, sem dúvida, assistir SW. Eu fiquei totalmente apaixonada e virei fã de carteirinha (quis roubar tudo que eu já dei de Star Wars pro meu namorado, de volta pra mim hahah).

Posso afirmar também que, virar Spore e aprender a atirar e matar animaizinhos em Far Cry foi bem divertido!

É claro que passar a virada de ano (e nosso aniversário de namoro) juntos foi outra realização, já que por pouco não conseguimos. A ‘festa’ em si foi bem pra baixo, e a festa da virada que a gente foi depois então, 60 reais jogados no lixo (isso porque a gente foi embora antes da festa começar hahahah). Mas o que vale é a companhia, o que fez a virada de ano ser incrível como sempre.

Em um geral, nós saímos muito pouco quando estávamos na cidade onde passamos 9 dos nossos 10 dias, e em consequência disso, tiramos aproximadamente 0 fotos (mentira, tiramos umas 2 ou 3). Já no nosso último dia, nessa cidade chamada Catuípe, entramos em contato direto com a natureza e tiramos fotos de tirar o folego ♥2Vocês já viram essa foto no post de despedida de 2014 (AQUI). Ela é minha relíquia agora, melhor foto que eu já tirei, sem mais.DSCN1010Like a tela inicial do Windows XP hahah (só consegui pensar isso dessa foto).DSCN1048Vocês não tão entendendo a felicidade da criança quando viu que a câmera pegava até as crateras da lua. Eu estava chorando estrelas naquela noite ♥DSCN1055DSCN1056RSCN0950Vocês sabem o quão ruim é quando você e a única outra pessoa que fotografa tão bem quanto você querem aparecer juntas em uma foto, e infelizmente ela não fica da forma que vocês queriam por que foi outra pessoa que tirou? É o caso dessa foto acima (ficou aceitável, né?).

Então é isso pessoal, espero que vocês tenham gostado. Beijinhos!

Beto Carrero World | 2012

Então galera, hoje decidi compartilhar uma experiência bem antinguinha com vocês: minha viagem de formatura do ensino fundamental em 2012!

Sem dúvidas aquela foi a melhor viagem que eu já fiz até hoje, em toda a minha vida. Estava em um lugar perfeito, com meus amigos, as pessoas que eu mais amava, e sem maiores preocupações na vida. Eu confesso que poderia ter aproveitado mais, mas devido ao pulso firme da minha escola e a minha mania pertinente de seguir todas as regras, acabei aproveitando só o que dava hahah

Enfim, em 2012, eu fiz o tão esperado passeio de oitava série com a escola, fui para o Beto Carrero World, em SC. A viagem foi longa, horas dentro de um ônibus, mas lá nós nos divertimos muito, como sempre, mesmo que eu confesse que poderia ter aproveitado mais a viagem, brincado mais e dormido menos hahah. A gente chegou no hotel em SC logo de manhã, e como já tinhamos todo um roteiro para aquele dia, não tivemos nenhuma horinha pra cochilar (e ai as minhas horas de sono no ônibus valeram a pena) e já tivemos que trocar de roupa e nos arrumar para um dia todo de “compromissos”.

Tivemos passeio no barco pirata (geralmente o pacote Beto Carrero inclui esse passeio), almoço e janta em alguns restaurantes maravilhosos perto do hotel, e café da manhã jamais visto no hotel. Sem contar a piscina maravilhosa que podiamos usar a qualquer hora do dia, e a bagunça enorme que fizemos durante os dois dias de hospedagem pelos corredores e escadarias do hotel. Os alunos ficaram distribuidos em dois andares diferentes do prédio, o que no caso acabou me “separando” por um andar de diferença do meu então namorado (namoros de fundamental, sempre presentes haha), mas isso não impediu em nada, viravamos a noite jogando cartas e assistindo televisão, conversando e rindo.

Pra uma criança de 14 anos (as vesperas do aniversário de 15), poder passar aquele tempo só com os amigos, bem longe de casa, sentindo que estava vivendo e criando suas primeiras memórias pra vida, era mais do que incrível, era perfeito! Melhor sensação do mundo.

No segundo dia (ou terceiro, agora não me lembro muito bem), finalmente fomos para o parque. Mais algumas horas de viagem (não faço ideia de onde era o hotel, muito menos de onde era o parque), mas dessa vez não tiramos nenhum cochilo ou coisa parecida, pois estavamos indo finalmente para onde esperamos 9 anos pra ir.

O parque é simplesmente genial, os brinquedos são incríveis, desde as montanhas russas até a Big Tower e o carrossel (sim, fui no carrossel hahah), a comida de lá é ligeiramente cara, mas devo confessar que não fui responsavel pelos meus gastos alimenticios nenhuma vez. Fui em todos os brinquedos possíveis, até em um tour de trem por uma area verde maravilhosa, que passava pela antiga casa do Beto Carrero e etc (o que foi exepcionalmente incrível), deixando de fora o ZOO, que devo confessar que não encontrei nem como a ajuda do mapa (sou perdida mesmo gente, desculpa).

Pra comprovar que já amava fotografia desde aquela época, encontrei uma pequena quantia de fotos aleatórias do parque e da viagem no geral. A única coisa que mudou de antigamente pra agora, é que agora, sem dúvidas, eu tiraria mais fotos minhas em todos os lugares, tentaria registrar mais meus amigos e as pessoas que eu amo, e não apenas as paisagens, como aconteceu tragicamente em 2012.

Enfim, como já disse, essa é uma das melhores lembranças que tenho de toda a minha vida, e sem dúvidas a melhor viagem que já fiz até hoje, se me arrependo de não ter feito algumas coisas e de não ter aproveitado e registrado mais? Sim, mas não me arrependo em nenhum momento de ter feito a viagem, e com certeza planejo voltar ao parque em breve!

a

b

c

d

e

f

g

h

i

k

l

j

m

Intercâmbio Au Pair!

O que é o intercâmbio Au Pair? É um programa no qual, através de provas e com alguma experiência, você vai para outro país para ser babá. Eu sempre achei isso bem atrativo, já que AMO crianças mais do que tudo nesse mundo e sou particularmente boa com elas. Mas, hoje, quando descobri algumas coisas BEM atrativas sobre o programa, descobri compartilhá-lo com vocês.

Pelo que eu pesquisei, o intercâmbio Au Pair dura de 6 meses a 1 ano, e para realiza-lo você precisa ter um número de horas específicas de experiência com crianças, precisa ter de 18 a 26 anos, ter carteira de motorista e um bom nível de inglês. Primeiramente você deve realizar um prova, que revela se seu nível de inglês é bom o suficiente, depois você precisará preencher um application e por fim, fazer uma espécie de ‘vídeo’ que será postado na página da agência nos EUA.

Uma família vai te escolher a partir dos seus vídeos, suas qualificações e sua personalidade, e vai te convidar para uma chamada de vídeo pelo Skype, eles vão dizer de onde são e tudo o mais, e você vai decidir se quer passar seu tempo naquele lugar, com aquela família.


FINANCEIRO:  Agora vamos ao mais importante para a grande maioria das pessoas, os custos e benefícios.

Pelas minhas pesquisas descobri que:

  • prova de qualificação em inglês: 40 dólares
  • application: R$ 400
  • carteira de motorista (se ainda não tiver a sua): R$ 900
  • acertos com a família: R$ 1100 (em média)
  • visto: R$ 300 (em média)

Agora os benefícios, muito mais aclamados do que os gastos (ahaha). Segundo o depoimento de algumas meninas, você ainda recebe:

  • salário: 800 dólares mensais (ou seja, 200 dólares por semana)
  • cursos profissionalizantes: 500 dólares

Ou seja, o valor gasto com a viagem sai SUPER em conta, já que alguns meses você já recuperou todo o dinheiro gasto. Além do mais você vai viver praticamente de graça, não vai gastar com passagens e vai fazer uma coisa que você gosta (se é que você ama crianças como eu).

Então, é basicamente isso, aqui embaixo vou colocar o vídeo de uma garota super fofa que eu descobri ainda hoje, vagando pelo youtube, que explica tudo citado acima detalhe por detalhe ♥

São Luiz Gonzaga na Páscoa

Olá! E então, como foi o feriado de vocês?

Alguns de vocês devem ter percebido que eu fiquei o feriado todo ausente de todas as redes sociais, e outros só ficaram sabendo que eu ficaria um tempo fora devido ao post sobre o feriado que eu fiz a alguns dias atrás.

Mesmo assim, eu estou em casa novamente, e vim compartilhar com vocês um pouco do meu feriado.

Na sexta-feira, aproximadamente umas 5 horas da manhã, meu pai passou aqui em casa me buscar para irmos para a cidade natal dele, São Luiz Gonzaga, que fica no interior do interior do Rio Grande do Sul. Depois disso foram longas 7 ou 8 horas de viagem, com uma pequena pausa em Marau -RS, para um breve café da manhã na casa de uma tia minha.

Por incrível que pareça, eu fui muitas poucas vezes visitar os meus tios e minha avó, e todas as vezes que eu fui, fui nas férias de dezembro, ou seja, no verão. São Luiz Gonzaga é uma cidade consideravelmente quente (é muito quente mesmo), então eu nunca gostei muito de ir pra lá (já que odeio calor), mas como dessa vez nós fomos no outono, conheci uma realidade totalmente diferente.

Durante a maior parte do tempo eu usei casacos e jaquetas, usei calça o tempo todo, e calçados fechados o tempo todo, ou seja, o clima estava totalmente favorável. Consegui passear um pouco mais pelo centro do que nas outras vezes, conversei sobre os clubes da cidade e até fui tomar um sorvete com uma prima no sábado a tarde. Descobri que a cidade fora do período de férias é muito mais legal.

Meu celular ficou 90% do tempo descarregado (não era minha intenção inicialmente) me forçando a tirar muito menos fotos do que o planejado. Além do mais, eu sempre estava acompanhada e as pessoas nunca queriam parar para a turista aqui tirar foto das coisas legais, como placas de trânsito decoradas ou igrejas antigas.

Como de costume, minha avó me fez engordar uns 10 kg em três dias, além do mais eu ganhei três ovos de páscoa (o que é muito raro pra mim), e comi mais doces do que em toda a minha vida.

Levei aproximadamente 15 filmes para assistir nas horas de tédio, mas extraordinariamente, não pude assistir nenhum.

Resumo do feriado: foi simplesmente espetacular e não me arrependo por nenhum minuto de ter abandonado a “civilização” e ido passar uns dias no interior!

Imagem

E essa é uma típica rua de São Luiz Gonzaga. Saudades do asfalto nessas horas hahaImagem

Esse calçamento mal feito me levou a loucura. Terra vermelha + calçados = MUITA SUJEIRA.

Imagem

Imagem

Imagem

ImagemEntão é isso pessoal, minha pequena viagem de feriado para o interior.